16 de marzo de 2005

9 to 5 - The power behind the throne



Finalmente, ontem eu vi 9 to 5, uma comédia de Colin Higgins, de 1980. Além do trio mega-mulheres e da música 9 to 5 da Dolly Parton, o filme é bem engraçado. Os figurinos são excelentes, como se pode imaginar pela foto. Cada qual mais fag hag que a outra.
As três protagonistas: Jane Fonda (fase pré-aeróbica), Lily Tomlin (a mais engraçada) e Dolly Parton (visual country com peitos), são empregadas de um chefe, que segundo elas próprias é um: sexist, egotistical, lying, hypocritical bigot. O resto são confusões amalucadas em que as três se metem por fantasiar "emmaconhadas" Como Eliminar o seu Chefe (o título em português).
Enquanto mantém o chefe trancado em casa, as três assumem o poder, e fazem mudanças radicais no ambiente e na política do setor. Interessante notar que há bem pouco tempo as idéias implantadas (ambiente de trabalho personalizado, agradável, preocupação com o bem-estar pessoal, creche, maior flexibilidade no horário,...) tornaram-se realidade em muitas empresas. Muito bacana o documento histórico sobre as working girls do inicio dos anos 80. Mais tarde elas se tornarão executivas de ombreiras gigantes e visual andrógino, como forma de ocupar o seu espaço no business.

1 comentario:

CALEXIco. dijo...

"I'm gonna turn you from a rooster to a hen in one shot!"

Eu simplesmente AMO este filme. Procura no e-mule um vídeo da Dolly cantando 9 to 5 ao vivo, com direito aos personagens animados e tudo!

A Lilly de branca de neve é qualquer coisa, né?